quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

RAPAZ... VEM MISTÃO QUENTE AÍ. SERÁ QUE A TORCIDA SERÁ PRESENTE TAMBÉM?



A Libertadores está chegando.

Porém, o primeiro jogo será fora, em terras argentinas.

Antes disso, porém, novo encontro, no bom horário de sábado à tarde.

16h30, para ser mais exato.

Hora boa para a família ir, curtir um futebolzinho de boa...

...e pagar aquele preço exorbitante no estacionamento e nos produtos do Mineirão.

Caro demais!

Pelo menos o preço do ingresso tem sido bom, bem menor que ano passado e isso tem ajudado ao público ir mais.

Tanto que já batemos o público de 2017 e tivemos 30% a mais de arrecadação.

Diante do Boa, sábado, porém, time misto.

Mano Menezes deverá anunciar até sexta, quem vai a campo.

Lucas Silva, com dores na coxa, tá fora.

Chances para Judivan jogar desde o início.

Chances também para outros atletas, que poucas oportunidades tiveram esse ano.

E aqui cito o goleiro Rafael.

Sóbis, Thiago Neves também devem estar em campo.

O último, porém, para ganhar ritmo, já que vinha treinando em separado para aprimoramento da forma física.

Vamos ver o que vem por aí.

Que a torcida continue indo, sendo presente e levando o Maior de Minas às vitórias.

Juntos, o Cruzeiro fica forte demais!

Por: Raposo Sensato

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

ÚLTIMO TESTE ANTES DA LIBERTADORES

O Cruzeiro vem utilizando o Campeonato Mineiro como deve ser: laboratório. E vem fazendo isso de forma correta, "rodando" os jogadores e deixando boa parte dos atletas em mesmo nível físico. Mostras disso é a pouca alternância de qualidade e intensidade que o time vem tendo, apesar de o campeonato não ser lá grande coisa. No entanto, é como se fosse uma série de amistosos, que vem sendo muito bem aproveitada pelo Maior de Minas.

Muitos atletas ainda não estrearam no ano, é verdade. Rafael, Ezequiel, Dedé e mais alguns ainda aguardam suas chances. Um ou outro pode até pintar diante do Boa, sábado, no Mineirão, no último teste antes do time estrear na Libertadores, dia 27, diante do Racing, na Argentina. Thiago Neves, que vinha fazendo uma preparação especial, deverá voltar no fim de semana, não se sabendo ainda se desde o início ou no decorrer da partida.

O técnico Mano Menezes deverá manter a rotação do elenco e promover mais duas ou três alterações contra a equipe de Varginha. Uns por causa da sequência e necessidade de preservar atletas para a estreia no maior torneio da América do Sul e outros por opção. O certo é que dificilmente Mano colocará em campo o mesmo time que estreará na Libertadores.

Durante a semana testes serão feitos e as alterações poderão até ser anunciadas de forma antecipada.

Por: João Vitor Viana

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

domingo, 18 de fevereiro de 2018

MAIS UM TRIUNFO! CRUZEIRO, DESSA VEZ, BATEU O VILLA!



1 a 0. Pouco para o número de oportunidades criadas pelo Maior de Minas, ontem, no Mineirão. Dono do primeiro tempo, em poucos momentos passou aperto. Mano Menezes, mais uma vez, poupou alguns atletas, rodou o time e fez o Cruzeiro criar, alternando o time taticamente no decorrer da partida.

No primeiro tempo, muitas chances de gol e um tento anulado. Diga-se de passagem, de forma correta. Arrascaeta estava atrás do goleiro, restando somente um atleta entre ele e o gol. Impedimento, portanto. Na primeira etapa, chances com Fred, Rafinha, Manoel e Edilson. Rafinha, aliás, voltou a marcar. Após triangulação ofensiva, o experiente jogador tocou, de pé esquerdo, no canto direito do goleiro do Villa.

Na segunda etapa, mais chances criadas, duas delas com Robinho, que entrou no intervalo. O camisa 19 teve a chance de ampliar, mas parou no arqueiro adversário. Rafinha também teve chance de finalizar, mas não foi feliz. Por fim, o Maior de Minas fechou mais um jogo com vitória, chegando aos 19 pontos. Rodando o time e fazendo do Campeonato Mineiro um laboratório. Parabéns ao Cruzeiro, ao técnico Mano Menezes e aos jogadores. Não podemos de esquecer do torcedor, que mais uma vez encheu a Toca da Raposa III: mais de 31 mil pagantes.

Por: João Vitor Viana

CRUZEIRO 1X0 VILLA NOVA

CRUZEIRO
Fábio; Edilson, Manoel, Murilo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Rafinha, Arrascaeta (Rafael Sobis, aos 38min do 2ºT) e Mancuello (Robinho, no intervalo); Fred (Raniel, aos 30min do 2ºT)
Técnico: Mano Menezes

VILLA NOVA
Renan; Marcelo Tchê, Gustavo Eugênio, Rafael e Maninho; Elias Ceará e Paulo Vitor; Pinguim (Nequinha, no intervalo), Otávio (Iury, aos 35min do 2ºT) e Carrara; Dudu (Felipinho, aos 29min do 2ºT)
Técnico: Ito Roque

Gols: Rafinha, aos 29min do 1ºT (CRU)
Cartões amarelos: Mancuello, aos 23min, Fred, aos 33min do 1ºT. Edilson, aos 16min, Robinho, aos 41min do 2ºT (CRU); Gustavo Eugênio, aos 26min do 1ºT. Carrara, aos 36min, Elias Ceará, aos 45min do 2ºT (VIL)
Motivo: sétima rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Mineirão
Data: sábado, 17 de fevereiro de 2018
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Assistentes: Douglas Almeida Costa e Marcyano da Silva Vicente
Pagantes: 29.677
Presentes: 31.705
Renda: R$ 406.112,00

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

APÓS O CARNAVAL, RETORNAMOS



Demos uma pequena pausa para revigorar as energias. Agora, vamos com toda a força para informar e opinar sobre o nosso Cruzeiro durante o ano.

Mantivemos uma atualização diária em nossa página no Facebook. Aliás, se você não curtiu ainda, chega mais e curta. E, se possível, chame mais um cruzeirense a curtir.

Nossa ideia é sempre informar você, torcedor. Venha sempre conosco e participe dos nossos posts!

Aqui é CRUZEIRO!

CRUZEIRO ONLINE

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

13 É... CRUZEIRO



Maior de Minas bate o América e se isola na liderança do Mineiro

O jogo foi difícil. Sem Thiago Neves, poupado, o Cruzeiro teve um problema em encaixar o último passe. Com uma defesa sólida, pouco foi incomodado na primeira etapa pelo Coelho. No entanto, pouco também chegou ao gol de João Ricardo que, quando exigido, fez intervenções importantes.

Na volta para o segundo tempo, o Coelho deu uma equilibrada na partida, chegou a igualar o jogo, mas acabou sucumbindo à técnica celeste. Aos 23min, Edilson cruzou e Arrascaeta, de voleio, fez um golaço. Com a perna direita estufou as redes de João Ricardo, pondo o Cruzeiro na frente. O time celeste ainda teve outras duas chances, que pararam no goleiro americano. 

Quase 51 mil pagantes estiveram no estádio. Isso porque houve transmissão aberta e um verdadeiro temporal caiu em BH na hora do jogo. Nesse início de ano, torcida e time andam em completa sintonia. E para quem diz que 13 é galo, veja hoje, na classificação do torneio regional.

Imprensa
Sites que puxam o saco do rival afirmaram que Ricardo Oliveira desencantou diante da URT. Já o Cruzeiro, venceu o Coelho em tarde de estádio lotado. É... devem estar se rasgando com a unha.

Por: João Vitor Viana

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

NÃO É MIMIMI: A IMPRENSA CONTINUA QUERENDO PROVOCAR. POR ISSO É ESSA BOSTA!

Isso mesmo, uma bosta. Não tem palavra melhor para uma imprensa despreparada. Obviamente há profissionais ali, mas a maioria é torcedor. E não falo que torce somente para o outro lado não. Tem torcedor do Cruzeiro também, que vai à Toca só para ficar "puxando saco" de jogador, de dirigente. No entanto, obviamente, os veículos de comunicação tendem a mandar seus "profissionais", que buscam atiçar, provocar, causar respostas para a venda de jornais, curtidas ou compartilhamentos. Uma tática desesperada ridícula. Assim é boa parte da imprensa mineira: uma bosta.

Você, que é da imprensa e se sentiu ofendido é porque vestiu a carapuça e admitiu que envia pessoas problemáticas ao CT do Maior de Minas, sinto muito.

É assim que funciona nessa imprensa de bosta! Já falei aqui inúmeras vezes e volto a repetir. Não é mimimi de minha parte, é abuso dessa imprensa de bosta mesmo. 

Falar que jogador está torcendo para o Vasco não se classificar? Acha que temos medo de time de futebol? Não precisamos apagar refletor, meu chapa! Não precisamos fazer coisas antiéticas para sermos campeões. Respeitem nossa história e nossos jogadores.  

E depois publicam que fulano está torcendo contra o Vasco. Eles são politicamente corretos e mal orientados pela assessoria de imprensa. Deveriam falar na lata e por o bosta do repórter em seu lugar. Bando de imbecil que faz um péssimo trabalho na imprensa mineira.

Por: Marcão