quinta-feira, 3 de setembro de 2015

PARA VENCER, NÃO INVENTAR É O PRIMEIRO PASSO

POR: RAPOSO SENSATO

Luxemburgo tentou.

Tentou tanto que ele se perdeu.

Já não sabia quem era titular, quem era reserva.

Se bobear, quando demitido, não sabia nem o próprio nome.

Inventou demais.

Mudou o time sempre que pôde.

Nunca definiu um esquema tático.

Barrou jogador sem motivo e insistiu com outros, também sem critério.

Saiu.

Chegou Deivid.

Fez o básico, armou o time, animou o grupo e venceu o jogo.

Foi perfeito?

Logicamente que não.

Mas deu resultado inventando o menos possível.

E é muito por aí que o Cruzeiro, de Mano, tem que ser.

Inventar pouco e fazer mais.

Que assim seja diante do Figueirense.

VITÓRIA NA FIM DA "ERA LUXA"

POR: MARCÃO ANTI-GALO

Pelo visto, a modificação no comando do Cruzeiro fez efeito. Foi Luxemburgo, o perdido, sair, que a postura mudou. Logicamente, muito aquém do que é o Cruzeiro, de tantas glórias e tradição. Mas viu-se um time com vontade, mais bem postado, mais bem escalado e com espírito de luta. Diante de um adversário que por muitas vezes fez de sua casa um calvário aos visitantes, dessa vez, cavou sua própria sepultura.

Tocando mais a bola, o Cruzeiro foi um time melhor, abriu o marcador e teve chances de aumentar. Viu a Ponte empatar e chegar a tentar a vitória. Contudo, a sorte estava ao lado do Cruzeiro e, para completar o placar de 2 a 1 (primeiro gol foi marcado por Willians), Vinícius Araújo deu números finais ao jogo.

Fim de uma era de derrotas, de uma sequência ruim. A derrota nunca foi normal no Cruzeiro. Passou a ser na gestão do senhor Luxemburgo, que mostrou-se ultrapassado e sem pulso, sem comando.

A "Era Mano" começou na curta "Era Deivid". Contudo, o comandante do jogo diante da Macaca deverá ser efetivado como auxiliar fixo do Cruzeiro.

Esperemos que o Mineirão esteja lotado diante do Figueira e que o time, assim como diante da Ponte, possa mostrar futebol, garra e vencer novamente. A vitória não nos fez respirar tanto, já que o Goiás também venceu. Mas nos distanciamos de outros times, como o Coritiba, que empatou em casa, assim como do Joinville, que empatou (também por 0 a 0), diante do São Paulo.

Rivalzinho mixuruca!
E nosso rival está ficando para trás. Mais uma vez culparam o apito pelo vexame em casa. Perderam por 1 a 0. O Corinthians, que não quer saber disso, venceu em casa e abriu sete pontos. Amanhã o Grêmio poderá chegar mais perto e pressionar as franguinhas rosadas. A Franga Paraguaia, no meu modo de ver, deveria tentar ficar no G-4. Acho que nem isso vai conseguir. Có-có-có!

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

VITÓRIA NOTA 7

POR: JOÃO VITOR VIANA

Vitória que deu para o gasto. Assim podemos dizer, de forma resumida, o que foi Ponte Preta e Cruzeiro, pela 22ª rodada do Brasileiro. Vencemos jogando bem melhor que antes, contando um pouco com a sorte e conseguindo transpor o bom goleiro Marcelo Lomba, que operou alguns milagres na partida. Vencemos por 2 a 1 e chegamos aos 25 pontos, muito pouco para o que esperamos do Cruzeiro. No entanto, chegamos três pontos mais dos 45, que passou a ser nossa meta após seguidos vexames.

Modificado, o Cruzeiro entrou em campo com caras antigas, esquecidas na reserva por Luxemburgo. Allano e Willian voltaram a ser titulares e atuaram bem. Outra novidade foi a escalação desde o início de Cabral, que ainda sem ritmo já mostrou que pode ser útil. O bom da escalação de Deivid foi o não aproveitamento de Charles e Paulo André, que mais atrapalhavam que ajudavam o time.

O Cruzeiro teve uma postura boa, de toque de bola, arriscando lances diferentes. Foi um time muito mais criativo e ofensivo. Não vimos diante da Macaca a covardia de outrora, tanto do primeiro semestre de Marcelo Oliveira, como nos últimos três meses de Luxemburgo.

Mano chegou, Deivid mostrou bom trabalho e o Cruzeiro conquistou três pontos. Espero que tenha acabado nossa sequência ruim e que tenhamos um setembro bem melhor que agosto, para nós, um mês de desgosto.

Boa sorte ao Mano, ao Deivid e ao Cruzeiro. Faltam 20 pontos! Hoje, uma vitória nota 7, que muito alivia o peso nos jogadores e ressuscita um sentimento de dias melhores entre os torcedores.

21 MANOS EM CAMPINAS


POR: RAPOSO SENSATO

21 manos em campinas.

21 jogadores observados pelo novo treinador.

21 jogadores que poderão se mostrar frente o novo comandante.

A tarefa não é fácil: Ponte Preta, que em casa, faz jogo duro.

Mas o Cruzeiro tem que buscar a vitória.

Mano, em nada, orientou o time para esse jogo. 

Tudo por conta de Deivid, que deverá ser efetivado como auxiliar efetivo do clube.

Espera-se, ao menos, uma mudança de postura.

A escalação é uma incógnita.

Esperemos que seja alguma mais sóbria que as e Luxemburgo.

Nada de Charles ou Marquinhos.

Nada de Paulo André ou Marinho.

O problema é que estaremos bem desfalcados, o que vai pedir ainda mais cooperação de todos.

Todos são Mano diante da Ponte.

Todos têm que ser manos, em campo.

NOTÍCIAS DO CRUZEIRO


- Mano fez sempre bons trabalhos a longo prazo. LINK

- Mano: "Era um sonho antigo!" LINK

- Time jogará liderado por Deivid e observado por Mano! LINK

- Veja a última bobagem dita por Tinoco! LINK

- Grupo já foi para Campinas! LINK


VEJA AINDA!

>> Diretor da base pode ir para o profissional! LINK
>> Base joga hoje! LINK

terça-feira, 1 de setembro de 2015

UM ANO CHEIO DE DESASTRES. MAS POSSÍVEL QUE TENHA HAVIDO UM ÚNICO ACERTO: MANO

POR: MARCÃO ANTI-FRANGA

A diretoria do Cruzeiro cansou de errar esse ano. Foram verdadeiras atrocidades que fizeram à frente do time. O presidente Gilvan mostrou petulância e ignorância em diversas oportunidades, dando ao torcedor a certeza que ele nada mais é que um administrador cruzeirense e de futebol, que entendia, era Alexandre Mattos.

O primeiro erro foi deixar o diretor de futebol sair. Com ele já haviam dois jogadores acertados, um deles Arouca, que acabou indo para o Palmeiras, assim como outro jogador, que nunca teve o nome divulgado nem tratado no meio do clube. O segundo erro foi liquidar o time de maneira ridícula. Venderam todos os bons atletas, deixaram Marcelo Moreno, Lucas Silva, Everton Ribeiro, Egídio, Nilton, Everton, Goulart e outros saírem. O time perdeu a espinha dorsal. E a reposição, o terceiro erro. Foram muito aquém daquilo que o torcedor esperava. Apesar da qualidade não ser tão ruim, não deu liga. O quarto erro foi a falta de planejamento. Vários jogadores que não tem capacidade foram incorporados ao grupo, caso de Charles. Outros, de péssima qualidade, ganharam, de forma até estranha, uma sequência no time titular, como Marquinhos. 

Depois veio o quinto erro: remendar o buraco que a direção e a primeira comissão técnica do ano puseram o Cruzeiro. Não bastassem os péssimos jogamos pelo Campeonato Mineiro, saímos de forma bisonha da Libertadores. Ali era para ter mudado tudo. Mas arrastou ainda mais e a contratação de Luxemburgo, que poderia ser essa alteração, só veio a empurrar o time ainda mais para baixo. Apesar do bom início, Luxemburgo se perdeu em meio à falta de critério. Antes meritocracia, passou quase a escalar na sorte os jogadores. O entrosamento nunca se deu e aí veio a queda.

A chance de redenção vem com Mano. Assim como boa parte da torcida, acredito que possa ser a única alternativa de sucesso, esse, o de não ser rebaixado, que é o que resta ao Cruzeiro na altura do campeonato. Talvez tenha sido o único acerto da diretoria no ano em meio a tantos desastres.

Mano terá muito trabalho e, se Luxemburgo estava trocando o pneu com o carro em movimento, agora Mano vai ter que trocar com o carro na ladeira. Mas acredito que possa dar uma injeção de ânimo no time. E já projetando um trabalho a longo prazo, Mano vem para ficar até o fim de 2017.

Mano é um treinador que fez bons trabalhos, embora na Seleção tenha se equivocado bastante. Mas fez um bom trabalho no Corinthians e no Grêmio. No Cruzeiro não peço que faça, em 2015, algo igual. Quero somente um aproveitamento mínimo para alcançarmos logo os 45 pontos. Respirando, a gente pensa, dessa vez de forma correta, um ano inteiro. Afinal, um time como o Cruzeiro tem que pensar grande, em títulos. 2015 é para ser apagado da memória.

LUXA POR MANO: A APOSTA DE GILVAN

POR: JOÁO VITOR VIANA

O Cruzeiro anunciou a contratação de Mano Menezes para o comando do time até 2017. Cobrado por boa parte dos torcedores e também aqui, por nossos comentaristas, o presidente Gilvan de Pinho Tavares não aguentou a pressão. Pelos maus resultados, demitiu Vanderlei. Por discursos ridículos e um trabalho desnecessário, Tinoco também saiu.

Na manhã de hoje, o Cruzeiro anunciou Mano Menezes de forma oficial. Ontem mesmo já havia indícios que Mano era o preferido, uma vez que, por telefone, o Cruzeiro se manifestou e apresentou um projeto longo para que o treinador gaúcho possa reerguer-se novamente no cenário nacional. Os detalhes do contrato foram definidos hoje. Esse ano será a primeira vez que Mano vai comandar um time. No primeiro semestre ficou fazendo cursos na Europa para se aperfeiçoar. Recusou convites de Santos e Internacional. Adilson Batista era o segundo nome da lista, mas devido à recusa de voltar ao clube em 2012, quando Gilvan já era presidente, foi determinante para sequer serem abertas negociações.

Mano chega com o discurso que o Cruzeiro era um sonho antigo. Recentemente, em rede nacional, o treinador elogiou bastante o time do Cruzeiro, falando bem da história e da grandeza do time. Algo muito diferente do que Tinoco o fez.

Com a saída de "Tonico e Tinoco", Mano chega para reestruturar o time. Sem vencer há seis jogos, o Cruzeiro está a apenas um ponto do primeiro que hoje seria rebaixado.

Diante da Ponte Preta, Mano estará no estádio, mas Deivid comandará o time.

Deivid, aliás, estuda a possibilidade de ficar permanentemente no Cruzeiro. A diretoria quer ter um auxiliar fixo na comissão técnica. Propôs a Leo Condé o cargo no primeiro semestre, quando foi recusado. Deivid, dessa forma, deixaria a comissão de Luxemburgo em definitivo.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

ANTES DE LUXA, DAMIÃO PODE SAIR

POR: JOÃO VITOR VIANA

Segundo uma reportagem da Folha de São Paulo, o atacante Leandro Damião recebeu uma proposta de 15 milhões de euros para jogar no futebol francês. Se a situação já era ruim, pode ficar ainda pior.

Há poucas horas do término do tempo da janela, o Olympique de Marselha ofertou R$ 60 milhões pelo jogador brasileiro e os donos dos direitos do jogador se reuniram para decidir a parte que caberá a cada um. Hoje ainda deve ser confirmada a saída do camisa 9.

O próprio Santos confirmou a proposta, assim como quem dele tem percentual.

O Cruzeiro contratou o jogador de graça e, em caso de liberação do atleta, deve receber alguma porcentagem, a critério de vitrine. Há uma cláusula contratual que autoriza a saída do jogador em caso de proposta do exterior.

Atualmente o Cruzeiro pagar 70% do salário do jogador.

Para quem queria ver o treinador longe do Cruzeiro, vê, antes, o time perder mais um jogador.

SAÍDA DE LUXA É UM NEGÓCIO DA CHINA

POR: MARCÃO ANTI-FRANGA

Não deu. Infelizmente a segunda passagem de Luxemburgo pelo Cruzeiro já deu o que tinha que dar. O time não tem padrão tático, não tem vibração, cai a cada rodada e, na próxima, pode integrar o Z-4. Foram 19 jogos e somente seis vitórias. Muito pouco para um treinador com o currículo que ele tem e para o Cruzeiro, com a história que tem. Hora de mudar chegou, e que venha alguém capaz de tirar a gente dessa confusão.

Já falo aqui há tempos que tudo teve como origem a formação do time, os discursos sem nexo da diretoria, o afã por dinheiro no início do ano e a ruptura com diretores competentes. Aliado a isso, um trabalho porco foi feito desde o início do ano e foi postergado por Luxa. Apesar dos bons resultados nos primeiros três jogos, a queda de rendimento só se acentuou, os equívocos na formação e substituições são de espantar e os resultados não vêm.

Há um papo nos bastidores que Luxemburgo teria recebido uma proposta milionária da China. Que negócio da China esse para o Cruzeiro! Que ele aceite e vá logo embora. E que a diretoria traga algum treinador com sabedoria o bastante para fazer esse time encaixar e chegar logo aos 45 pontos.

O ano já terminou para nós, não almejamos mais nada. Contudo, agora é hora de lutar contra o rebaixamento, o que jamais nos aconteceu. E, espero, não aconteça enquanto eu for vivo.

NOTÍCIAS DO CRUZEIRO


- Os ecos do Cruzeiro: o silêncio de Gilvan e a ira de Luxa LINK

- Discurso que não muda! LINK

- Fábio: "Precisamos nos unir em prol do time" LINK

- Luxemburgo lamenta perde de Alisson para seleção de base. LINK

VEJA AINDA!

>> Proposta da China pode tirar Luxa do Cruzeiro! LINK
>> Uillian Correia apresentado! LINK

domingo, 30 de agosto de 2015

COM QUE TIME, EU VOU...


POR: RAPOSO SENSATO

Ouvindo aquela música antiga, hoje...

"Com que roupa, eu vou..."

Pensei: isso me lembra o Cruzeiro.

Não por causa do uniforme.

Nem do novo patrocinador.

Mas porque Luxemburgo não sabe, depois de três meses, quem são os titulares do time.

Deve estar pensando:

"Com que time, eu vou".

Luxemburgo não sabe se vai com dois ou três volantes.

Quem será seu atacante, já que Damião "sentiu dores no ombro" (Aham, a gente sabe que não)

Quem será seu meio-campo.

O certo é que Luxa está mais perdido que cego em tiroteio.

Cabendo aos jogadores acharem a saída desse labirinto.

Hoje há mais uma chance de subir um pouco na tabela.

Os jogos dos nossos rivais diretos não são fáceis.

Um deles, o Figueirense, azedou o caldo do Vasco ontem.

Que isso não se repita com aqueles que estão ali embaixo hoje.

E que possamos, ao final da rodada, respirar um pouco mais.

NOTÍCIAS DO CRUZEIRO


- Cruzeiro tem novo patrocínio máster! LINK

- Dono do novo patrocinador já criticou atual diretoria. LINK

- Jogo entre clubes que vivem momentos distintos! LINK

- 23 relacionados! Grolli está lá de novo! LINK


VEJA AINDA!

>> Hora da reviravolta! LINK
>> "Seremos determinados!", disse Ceará LINK
>> Mais manifestações! LINK

sábado, 29 de agosto de 2015

NOTÍCIAS DO CRUZEIRO


- Santos é o pior visitante deste Brasileiro. Mas está em ascensão! LINK

- Uillian Correia anunciado! LINK

- Palavra do treinador. Veja o que disse Luxa sobre rebaixamento! LINK

- "Que o torcedor fique do nosso lado", disse Luxa. LINK

- Capitão fala sobre renovação e condição técnica atual. LINK

VEJA AINDA!

>> Notícias da base! LINK
>> Ingressos à venda para a partida de amanhã! LINK

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

COBRANÇA LEVE DEMAIS... APLAUSOS TOTALMENTE DESNECESSÁRIOS

POR: MARCÃO ANTI-FRANGA

Depois de levar três na "carcunda", o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, deixou o estádio, onde estava acompanhado de empresários, inclusive tratando de patrocínio para o clube. Mas a vergonha foi tanta, que preferiu se retirar do estádio, não vendo a microreação do time. O que pensar depois de um ato desses? Que ele chegaria ao grupo e, no mínimo, iria esbravejar, cobrar como um homem faria. Mas não, reuniu o grupo, falou meia dúzia de palavras, possivelmente não entendidas, já que fala embolado, e, no fim, ainda ouviu-se aplausos, esses desnecessários.

Sabe-se que a culpa pela culpa da campanha desastrosa desse ano é, em grande parte da diretoria e da antiga comissão técnica, que avalizou um monte de "cabeça-de-bagre" que por aqui chegou com indicação de empresário mal intencionado. Tanto a comissão técnica e a cúpula do Cruzeiro têm culpa. E das grossas. Transformaram um time bicampeão em um balcão de negócios, com reposições medíocres e discursos infundados.

Aí me vem o time - que não tem um elenco tão ruim, mas é time de meio de tabela - e faz uma besteira atrás da outra, para não dizer outra palavra. E diante de uma sequência fraquíssima, o presidente vai lá e praticamente passa a mão na cabeça dos atletas. daqui duas semanas, não me assustaria se ele mandasse alguns embora. Até porque essa diretoria é antagônica demais. Faz uma coisa e pouco tempo depois faz atos completamente opostos com aquilo que era falado. Há uma bipolaridade misturado a uma incompetência que a gente fica até assustado.

Mas não sei dizer o que é pior: o passar a mão na cabeça dos caras ou o grupo aplaudir um dos culpados pela formação do time. Eu jamais aplaudiria um incompetente, que fez meu trabalho ficar quase homérico. Gilvan, você não merece aplauso. É extremamente desnecessário! Você não sabe nada de futebol, é incompetente, é prepotente e orgulhoso. Não acho que seu castigo tem que ser o rebaixamento, pois isso afetaria muito mais a torcida que sua pessoa. Mas espero não vê-lo no clube num futuro próximo. Gilvan, você é horroroso!

NOTÍCIAS DO CRUZEIRO


- Contra o Santos, torcedor terá várias opções de transportes. LINK

- James Rodriguez no Cruzeiro? LINK

- Gilvan se reúne com o grupo. Fábio "esquece" renovação. LINK

- Fábio: "Eu alertei" LINK

- Os discursos de Vanderlei. LINK


VEJA AINDA!

>> Vinícius espera se mantido no time para domingo! LINK
>> Benecy: "Não oferecemos jogador" LINK

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

E O PLANEJAMENTO? O PROJETO JÁ ERA!

POR: MARCÃO ANTI-FRANGA

Em noite que começou ótima com a eliminação do nosso rival para o limitado time do Figueirense, o Cruzeiro voltou a mostrar todos os seus defeitos. Em jogo que precisava vencer por 1 a 0, acabou levando, de cara, três gols. Tendo que fazer cinco, conseguiu apenas dois, dando adeus à Copa do Brasil, campeonato do qual é o maior vencedor, juntamente com o Grêmio.

O time entrou modificado. Vários jogadores que estavam acabando com o rendimento ofensivo do time não estavam entre os 11. Mayke, suspenso, deu lugar a Ceará. Marquinhos foi sacado e deu lugar a Vinícius Araújo. Mas diante de uma falta completa de entrosamento, o time demorou a mostrar algo. Nesse tempo, o Palmeiras, que há tempos já tem sua formação e sua equipe ideal, aproveitou. Fez 3 a 0 de forma fácil, não aumentando a vantagem por azar ou mesmo por intervenções de Fábio. O Cruzeiro melhorou somente no final do primeiro tempo, quando conseguiu diminuir, com Vinícius Araújo. O lado direito do Cruzeiro foi o mais acionado pelo Palmeiras. Ceará, rotulado de grande marcador, deixou espaços e por ali Egídio deitou e rolou. Na zaga, Bruno Rodrigo voltou a fazer lambança. Para quem prega que ele seja titular, fica o aviso: ontem conseguiu fazer falta bisonha e prejudicar o Cruzeiro ainda no primeiro tempo, ao ser expulso. Paulo André também deixou a desejar. Errou várias vezes, principalmente no terceiro gol, quando perdeu na velocidade.

No segundo tempo, de pênalti, o Cruzeiro ainda fez mais um com Alisson, depois de boa trama de De Arrascaeta, que enfatizo, não sei porque é reserva. Birra do Luxemburgo!

Que também não ajudou em nada o time foi Charles, cuja insistência de Luxemburgo não entendo. Por insistir demais com jogadores de baixa qualidade, o ex-treinador saiu do Cruzeiro. Não via que vários atletas não tinham condições técnicas para envergar a camisa do Cruzeiro. Ontem foi mais uma amostra que ao menos seis jogadores podem pedir o boné e caçar rumo. Paulo André, Charles e Marquinhos deveriam ser demitidos sumariamente. E se Luxemburgo achar ruim, entra no meio.

Os torcedores sabiam que o jogo seria difícil. Mas está difícil de engolir tanta derrota e um cenário muito semelhante ao de 2011. A diretoria e a antiga comissão técnica acabaram com um time vencedor. Foram omissos e incompetentes. E assim também vem sendo Luxemburgo, com quem perdi a paciência ontem ao ver novamente De Arracaeta no banco. Ele pegou sua filha, Luxemburgo? Dê uma explicação para não aproveitar o garoto! Por que insistiu tanto com Marquinhos, Marinho? Por que insiste tanto com Charles? 

Um time deve ser formado pelos melhores. Ainda acho que o elenco do Cruzeiro não é tão ruim como parece ou está na tabela. Contudo, o treinador não tem tido competência para armar um time com o que tem de melhor. Se insistir com tanta porcaria, vai morrer abraçado. E será daqui a pouco. O último suspiro de Luxemburgo será domingo. Perdeu, está fora. Gilvan, que ontem saiu do estádio, de forma covarde, por sinal, após o terceiro gol do Palmeiras, não está satisfeito. E para encobrir a própria incompetência e fazer o que a cultura do futebol brasileiro manda, não vai sustentar Luxemburgo por mais tempo caso não haja reação imediata do time no Brasileiro, agora, a única competição que disputaremos em 2015. Espero que em 2016 estejamos na Série A. Permanecer na elite, agora, passa a ser título. Não houve planejamento. Não há projeto. Aliás, até há: o de não cair. Será que isso o Luxa consegue?