sábado, 25 de abril de 2015

CRUZEIRO CONTRA O TEMPO

As dificuldades no mercado seguem limitando a contratação de um novo jogador para o plantel do Cruzeiro. Procurando fortalecer o elenco, a diretoria corre contra o tempo para anunciar novos jogadores ainda antes das oitavas de final da Libertadores, contra o São Paulo. Ao contrário do que se era previsto, a cúpula celeste pretende trazer não só um, mas dois novos nomes para o plantel de Marcelo Oliveira.

Os nomes nem as posições não são citados pelo dirigentes celestes, mas a expectativa é de inscrever os atletas para a segunda fase da Libertadores. Como o primeiro jogo contra o Tricolor paulista será realizado no dia 6 de maio, o clube terá até as primeiras horas da segunda-feira (dia 4, 48 horas antes da partida) para registrar seus novos atletas.

"Existe o trabalho, estamos mantendo contatos para que um ou dois jogadores venham para a próxima etapa da Copa Libertadores. Se não houver tempo de inscrever, pelo menos um eu acredito que a gente inscreva para o Campeonato Brasileiro. Isso é um fato que o presidente já falou várias vezes e tem trabalhado em cima disso. O torcedor pode ter certeza que alguém virá" , falou Valdir Barbosa, gerente de futebol do Cruzeiro.

A tendência é de que pelo menos um desses jogadores seja o meia de criação. Desde o início da temporada, um organizador de jogadas é considerado necessário tanto pelos torcedores, quanto pelo treinador Marcelo Oliveira, que já comentou sobre o desejo de contar com outro atleta para substituir ou jogar ao lado de De Arrascaeta.

Conforme dito por Valdir, apesar da intenção, a possibilidade de não conseguir se reforçar a tempo é real dentro do clube. Caso não seja possível se reforçar nesta fase do torneio continental, caberá aos diretores colocar novas peças para ajudar Marcelo Oliveira a defender o título do Brasileirão. Uma nova mudança na Libertadores só será possível nas semifinais, permitindo cinco modificações nos jogadores inscritos.

Certo é que das três alterações permitidas para as oitavas de final, uma já foi confirmada. Emprestado à Ponte Preta, o lateral Gilson deixará uma nova vaga em aberto dos 30 jogadores já inscritos na competição.

DIEGO SERIA UMA BOA APOSTA. MAS QUERO CHANCES AO GABRIEL

POR: RAPOSO SENSATO

Passados quase cinco meses de 2015, a gente chega a algumas conclusões.

Temos um elenco de razoável para bom, mas precisamos arredondar esse time.

Muito jogador que aí está, inchando o elenco, podia caçar rumo.

William Farias, Charles, Fabiano...

Mas outros deveriam ter mais chances.

Gabriel Xavier, principalmente.

Sempre que entrou foi bem.

No meu modo de ver, chegou a hora de começar um jogo.

Teste num jogo-treino, Marcelo!

Temos duas semanas, ou pouco menos para o jogo contra o São Paulo!

Chama a Tombense, o Guarani, o Mamoré para um treino na Toca II!

Teste o Gabriel!

Mas, diretoria, fique de olho também no Diego, ex-Santos.

O cara está livre e encaixaria como uma luva nesse time.

Por quatro motivos: cobra falta, sabe tabelar, faz jogadas imprevisíveis e tem toque refinado.

É caro? 

É.

Mas quem já pagou tão caro por Julio Baptista e não vai pagar depois de julho, poderia muito bem reverter esse investimento.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

CRUZEIRO NÃO SE RETRATA PERANTE PRESIDENTE DA FMF



NOS BASTIDORES, CRUZEIRO TENTA LUCAS LIMA E DIRIGENTE FALA EM "HISTERIA" DE CASTELLAR

POR: MARCÃO ANTI-GALO

O Cruzeiro tenta trazer, até o fechamento das inscrições para a próxima fase da Libertadores, dois nomes. Um deles é o de Lucas Lima, jogador do Santos. No entanto, devido ao clube paulista ter ido à final do campeonato, a chance de ele chegar em tempo hábil e ser inscrito é pequena. No entanto, o clube não desiste do jogador, pois o quer, nem que seja para jogar o Brasileiro. Outro nome é mantido em sigilo, assim como sua posição. Contudo, possivelmente é um jovem atleta, que não chegaria para ser titular. Talvez prevendo uma escassez técnica no meio do ano, com possível saída de Mayke e, no final, com uma provável aposentadoria de Ceará, a posição que o Cruzeiro busque seja de um lateral. Até porque o terceiro da posição, Fabiano, em nada empolga os torcedores. Limitado tecnicamente, não acrescentou em nada quando foi acionado. Para 2016, o considero um jogador negociável.

Já nos bastidores, novas histórias têm prolongado o embate entre Cruzeiro e FMF. De viva-voz, o gerente de futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa, afirmou que Castellar Neto, presidente da entidade, tem se comportado como um torcedor. No meu modo de entender, Castellar tem feito verdadeira histeria, misturando o lado profissional com o pessoal, se comportando como um "filhinho de papai". Ser cobrado é normal. Além de que todo mundo sabe que ele é atleticano, que falava e fazia absurdos em seu twitter pessoal e nunca se retratou. Recentemente cobrou dispensa de um funcionário do Cruzeiro, que o teria chamado de "franga" em um evento. Como o Cruzeiro disse que não demitiria esse funcionário por essa razão, Castellar teria se revoltado, falando que faria retaliações às ações de Marketing do Cruzeiro no Mineirão e teria dito ao diretor de Marketing do clube: "Então vai tomar no #%".

Enfim, esse não é um comportamento de presidente da Federação. É comportamento de menino mimado, criado em berço de ouro e que mãe e pai sempre deram tudo na mão. É aquele cara que se chamá-lo de bobo é capaz de chorar. Se chamá-lo de "franga", estufa o peito, se diz o todo poderoso e cobra a demissão dele junto à empresa que o emprega. 

Castellar, não queira estar acima do bem e do mau! Que primeiro ano de administração horroroso o seu! Quanta infantilidade! FMF na mão de amadores, colocados lá por serem baba-ovo do Kalil!

Bom, termino aqui. 

Espero, em breve, uma notificação extrajudicial.

IMPRENSA QUE DISTORCE JÁ BASTA A NOSSA

POR: MARCÃO ANTI-GALO

Em Minas Gerais a preferência clubística é notória. Amam nosso rival e nos odeiam. Mas para nós tanto faz. A imprensa nunca ajudou e sempre levou tinta. De dois anos para cá, quando o time dela, de fato, nasceu, que ela tem algo a falar. E olhe lá. Estão a anos-luz de nós ainda e acho que vão precisar de mais 200 anos para chegar ao que temos hoje.

Mas vamos falar do que interessa e tem valor mesmo. Bom, ontem saiu a notícia que o treinador do São Paulo, Milton Cruz, teria chamado o Cruzeiro de freguês. Ele não ia ser idiota, como bem frisou o comentarista Leo Figueiredo, na Turma do Bate-Bola, da Itatiaia, de falar uma asneira dessa e motivar ainda mais o Cruzeiro. O que ele disse é que recentemente o São Paulo levou uma vantagem maior sobre o Cruzeiro. E isso não está errado. Passamos anos a fio sem vencer esse time no Brasileiro. Em mata-mata, porém, levamos vantagem. Em seis encontros são quatro vitórias nossas e dois títulos. Um deles, a Copa do Brasil de 2000.

Bom, a imprensa paulista - que odeia os mineiros e acha que aqui a gente só come pão de queijo, toma pinga e fala igual roceiro - distorceu o que ele disse e causou mal estar na Toca II. Os jornalistas mineiros, mal informados também, quiseram instigar os jogadores, que nem responderam à altura. Henrique e Marquinhos falaram que o jogo se define em campo. Outra distorção que teve: sites publicando que Henrique respondeu declarações de Milton Cruz. Balela!

Bom, resumindo a história, vemos que não só a imprensa mineira, mas a imprensa em geral, gosta de provocar, distorcer e falar mentiras. Nem direi inverdades. Mentiras mesmo! 

As coisas, ao meu ver, se inverteram. Antes o engraçado era ver jogador, presidente, treinador alfinetando. Hoje é tudo dentro do politicamente correto e entrevistas ridículas. Quem instiga, agora, é a imprensa. O problema é que faz isso distorcendo a realidade, o que fica feio.

Não basta ser incompetente, agora a imprensa passa a criar fatos para vender jornais e conseguir curtidas e cliques.

LEIGO, QUERO VER AS DESCULPAS DAQUI UNS DIAS

POR: JOÃO VITOR VIANA

Realmente o calendário brasileiro é uma coisa de louco. De repente ele tem jogos em menos de 60 horas. Outras, temos um intervalo gigante sem jogos nenhum. O que dizer disso? Que é uma bagunça e o futebol, mineiro e brasileiro é conduzido por um bando de incompetentes.

Será que posso falar mal do futebol mineiro e da CBF? Lá no Rio há punição para atletas e jogadores que falam mal do campeonato, que é RIDÍCULO! Me processem! Aqui em Minas em que posso ser réu? Talvez de uma notificação extrajudicial? FMF é conduzida mesmo por um atleticano que tripudiava em cima do Cruzeiro chamando a gente de "Maria" e sequer se retratou disso...

Bom, voltando ao assunto pertinente, falemos desse intervalo, desse hiato que há entre a eliminação do Mineiro e o início do Brasileiro, juntamente com a continuação da Libertadores. Bem, serão duas semanas até o próximo jogo. O Cruzeiro já voltou a treinar e terá as voltas de Alisson e Damião para o primeiro jogo, no Morumbi, dia 6. Bom, será que quando todos estiverem lá em campo, vão reclamar que o time não está com ritmo de jogo pelo intervalo grande de jogos? Já disseram que cansaram em quatro meses. Agora vão dizer isso? É só o que falta!

Sou leigo. Acredito que o corpo realmente sinta a sequência de jogos. Mas mitos acabam sendo criados a cada dia. Antigamente o atleta, se preciso fosse, jogava três jogos na semana e tava sempre pronto. E fazia isso bebendo Cachaça, frequentando zona boemia e fazendo festas. Hoje, com tudo certinho, testes daqui e dali e cheio de nhenhenhem, ouço e vejo mais mimimi que propriamente jogador querendo estar em campo.

A "fomeagem" da galera está dando espaço a um comportamento chato, semelhante ao daqueles que comandam o futebol, organizam o esporte, cuidam das arenas. Tudo muito chato, por sinal. Mas e aí? Será que veremos mais mimimi depois de um intervalo sem jogos? Deixo a resposta com os internautas.

MUITO TEMPO PARA ACERTAR O TIME

POR: RAPOSO SENSATO

Muito tempo até o próximo jogo do Cruzeiro.

Somente dia 6, e em São Paulo.

Torcedor vai ficar com saudade do Mineirão, nossa casa e palco de tantos títulos.

Títulos que, aliás, queremos ver novamente.

O Mineiro já era.

Agora é focar no Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil.

Marcelo terá tempo para montar o time.

Muita coisa a ajustar.

Fica aqui a dica: Marcelo, ensaie jogadas, exija tabelas, faça esse time não ficar somente cruzando bola na área.

Marcelo, melhore o posicionamento defensivo, oriente os laterais.

Mas principalmente: escale por mérito, não por critério próprio.

Vamos ter um jogo importante contra o São Paulo dia 6.

Outro ainda mais importante dia 13.

Que os melhores estejam em campo.

Que seus amigos, se forem convocados, fiquem no banco.

Precisamos dos melhores.

E contamos com a colaboração daquele que treina, que escala e que modifica.

Contamos com você, Marcelo!

#nadadewillianfarias #marquinhosbanco #riascosfora #fabianovapassearcomsaymour

quinta-feira, 23 de abril de 2015

PRESIDENTE DA FMF NÃO SÓ É ATLETICANO, COMO GOSTA DE APARECER

BLOG SITE CRUZEIRO ONLINE

O presidente da FMF, Castellar Neto, parece querer os holofotes nele. Depois de fazer e desfazer um monte de besteira em seu primeiro ano à frente da falida instituição, notificou o Cruzeiro judicialmente pelas alegações de seus dirigentes.

Ora, é ridícula a forma como ele conduz as coisas, não tendo a menor qualificação para ostentar o cargo que possui. Apesar de essa instituição ser falida, como disse, piora, deteriora ainda mais a relação com o Cruzeiro, clube o qual, por reiteradas vezes, tripudiou no passado em sua conta no Twitter, como todos bem sabem.

O presidente, que já posou vestindo roupa do mascote do time do lado de lá, que fez o que fez nas mídias sociais, vindo, posteriormente a deletar algumas por ter muita "culpa no cartório", agora exige retratação do Cruzeiro. Ah, Castellar, vá aparecer lá longe, para não dizer coisa pior. Se hoje a torcida do Cruzeiro te interpela não é somente pelas declarações (com razão) do presidente do Cruzeiro, mas por suas atitudes, que nem de longe poderia ser de um presidente da FMF.

Quantos #chupamaria você tanto falou no Twitter e nunca se retratou? Quantas vezes instigou a violência entre os torcedores com post infundados, mesmo sendo um advogado já formado e postulante a um cargo importante? Novamente quer dois pesos e duas medidas? Já não bastou sua ineficiência e sua posição clubística para definir parte do que foi o resultado da semifinal?

Abaixo postamos as fotos da notificação desse "fantoche do Kalil", posto lá por falta de concorrência.

Vejam e comentem!



TORCEDOR, PROGRAME-SE!

Torcedor, programe-se. Já saíram as datas e horários para jogos das oitavas de final da Copa Libertadores 2015. A Conmebol divulgou a tabela completa nesta quinta-feira, em seu site oficial.

No dia 6 de maio, Cruzeiro joga às 22 horas, contra o São Paulo. O primeiro confronto celeste é fora e o segundo em casa, devido à melhor campanha que os paulistas.

Já o duelo de volta será dia, 13 de maio, às 19h30. 

Partidas de ida
(horário de Brasília)

28 de abril
21h30 - Universitário de Sucre x Tigres

5 de maio
20h45 – Estudiantes x Independente Santa Fe

6 de maio
20h45 – Guarani x Corinthians
22h – Atlético x internacional
22h – São Paulo x Cruzeiro

7 de maio
18h45 – Wanderes x Racing
21h – River Plate x Boca
23h15 – Emelec x Atletico Nacional

Partidas de volta
(horário de Brasília)

5 de maio
23h – Tigres x Universitário Sucre

12 de maio
21h30 – Independente Santa Fe x Estudiantes

13 de maio
19h30 – Cruzeiro x São Paulo
22h – Inter x Atlético
22h – Corinthians x Guarani

14 de maio
18h30 – Racing x Wanderes
21h – Boca Juniors x River Plate
23h30 – Atletico Nacional x Emelec

UM NOVO CAMPEONATO COMEÇOU

POR: RAPOSO SENSATO

Agora nosso adversário é o São Paulo.

Um dos três possíveis, segundo a previsão do Blog.

Jogo duro.

Mas, agora, o campeonato é outro.

Tudo começa do zero.

Ninguém tem mais vantagem, a não ser de jogar a segunda em casa.

A vantagem, agora, tem que ser conseguida.

E na casa do adversário.

Como?

Fazendo gols.

A Libertadores privilegia quem é ofensivo fora de casa.

Passa quem é melhor no final, com maior saldo de gols ou vitórias

Ou quem, se empatado, foi mais ofensivo e fez gols na casa do adversário.

O primeiro jogo, em São Paulo, será determinante para a vida de Cruzeiro e São Paulo.

O São Paulo não poderá se arriscar tanto, pois pode tomar um gol e isso fazer diferença depois.

O Cruzeiro não poderá se expor muito, pois pode perder por uma diferença de gols difícil de reverter.

Agora o campeonato é outro.

O nível é outro.

A cobrança é outra.

O objetivo é outro.

NO VERMELHO!

O Conselho Deliberativo do Cruzeiro vai se reunir, na noite desta quinta-feira, para analisar as contas do clube relativas ao ano de 2014. Os números já foram analisados pelo Conselho Fiscal e serão submetidos aos demais conselheiros para a aprovação ou reprovação. Assim como nas últimas temporadas, o clube teve déficit no último ano. Em 2012, foi de R$ 31 milhões. Em 2013, de R$ 22 milhões. O balanço de 2014 deve apontar um valor deficitário entre R$ 35 e 40 milhões. É importante lembrar que as vendas dos direitos econômicos de jogadores como Lucas Silva, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart vão entrar apenas no balanço de 2015, que será apresentado em abril de 2016.

As receitas do Cruzeiro em 2014 devem superar os R$ 210 milhões, aumento de mais de 10% em relação aos R$ 188 milhões de 2013. A principal razão deste crescimento é a maior adesão dos cruzeirenses ao programa sócio-torcedor. Os quase 70 mil participantes do programa geraram cerca de R$ 40 milhões para os cofres do clube em 2014. Além disso, o Cruzeiro faturou R$ 5 milhões com as lojas oficiais e a venda de produtos licenciados. A cota recebida da TV segue como a maior fonte de renda. De acordo com os números divulgados no balanço do ano passado, este valor está na casa dos R$ 100 milhões.  

O valor arrecadado pelo Cruzeiro com vendas de jogadores em 2014 foi basicamente concentrado nas saídas do zagueiro Wallace e do atacante Vinícius Araújo, ambos revelados nas categorias de base do clube, num montante que beirou os R$ 20 milhões. As outras receitas vêm de patrocínios, premiações por conquistas no futebol e arrecadações dos clubes sociais.     

O problema é que, se as receitas do Cruzeiro aumentaram, as despesas também seguiram o mesmo rumo. O principal gasto do clube é, obviamente, com o futebol. A folha salarial em 2014, somando os direitos de imagem de cada jogador, ficou perto dos R$ 12 milhões mensais. Este valor representa um montante perto de R$ 156 milhões, somando aí o 13º salário. Além disto, a máquina administrativa do clube tem que funcionar, e são muitos funcionários, além dos gastos com os dois centros de treinamentos, a sede administrativa e as duas sedes campestres.  

As categorias de base também consomem dinheiro. O Cruzeiro investe cerca de R$ 1 milhão por mês para manter a Toca da Raposa I e toda a estrutura trabalhando perfeitamente. As outras despesas do Cruzeiro são pagamentos de empréstimos bancários e de parcelas de dívidas com o governo, acertadas anteriormente para deixar o clube com boa situação fiscal.

Futuro    
O dinheiro conseguido com as vendas de Lucas Silva, Ricardo Goulart e Éverton Ribeiro ajudou a equilibrar as contas do clube, mas não deixou o Cruzeiro tranquilo financeiramente. A situação não é desesperadora, mas exige atenção e cuidados. O time celeste trabalha, intensamente, para conseguir um patrocínio máster para a camisa. Desde o final de 2014, o contrato com o Banco BMG acabou, e o clube não conseguiu um substituto. O acerto com a Caixa Econômica Federal está complicado, porque a nova diretoria do banco estatal ainda não definiu a política de investimentos no esporte para este ano.  

Outra frente no Cruzeiro busca fortalecer o Programa Sócio do Futebol. Atualmente, com 69.485 membros, o programa é o quarto maior do Brasil. O objetivo do clube é chegar aos 100 mil associados em breve. Mas, para isso, depende do desempenho do time dentro de campo. Ainda que o futuro não seja tenebroso, é bom o Cruzeiro se planejar bem para não passar dificuldades financeiras nos próximos anos. O torcedor pode ajudar nisso, mas a diretoria também tem que se mover e buscar novas formas de arrecadar dinheiro para o clube.   


SÉTIMA VEZ

Quis o destino que o Cruzeiro decidisse seu futuro na Copa Libertadores da América na chave que reúne alguns dos clubes mais tradicionais na competição. O adversário das oitavas de final será o São Paulo, detentor de três títulos da Libertadores.

Se avançar, a Raposa pega o vencedor do clássico entre Boca e River. Já nas semifinais, há possibilidade de enfrentar Racing ou Corinthians. Mas, nenhum desses encontros será possível se o Cruzeiro não conseguir eliminar o Tricolor Paulista. E este duelo não é inédito.

O confronto das oitavas de final da Libertadores deste ano é o sétimo mata-mata entre Cruzeiro e São Paulo. Quatro deles ocorreram por competições internacionais, e outros dois pela Copa do Brasil. Se a Raposa não tem bom retrospecto contra o Tricolor em Campeonatos Brasileiros, os números em competições em formato de copa são favoráveis.

Até hoje, o Cruzeiro eliminou o São Paulo em quatro ocasiões e foi eliminado em duas. Em 1995, o duelo pelas quartas de final da Supercopa foi válido também pela decisão da Copa Ouro. Os demais confrontos valeram por Libertadores, Recopa e Copa do Brasil.

Relembre os duelos em mata-mata entre Cruzeiro e São Paulo

Internacionais:

Recopa Sul-Americana de 1993 (final)
26/9/1993 – São Paulo 0 x 0 Cruzeiro (Morumbi)
29/9/1993 – Cruzeiro 0 x 0 São Paulo (Mineirão)
Pênaltis: São Paulo 4 a 2
Campeão: São Paulo

Copa Ouro de 1995 (final)
24/10/1995 – Cruzeiro 0 x 1 São Paulo (Mineirão)
02/11/1995 – São Paulo 0 x 1 Cruzeiro (Pacaembu)
Pênaltis: Cruzeiro 4 a 1
Campeão: Cruzeiro

Copa Libertadores de 2009 (quartas de final)

27/05/2009 – Cruzeiro 2 x 1 São Paulo (Mineirão)
18/06/2009 – São Paulo 0 x 2 Cruzeiro (Morumbi)
Cruzeiro classificado

Copa Libertadores de 2010 (quartas de final)

12/05/2010 – Cruzeiro 0 x 2 São Paulo (Mineirão)
19/05/2010 – São Paulo 2 x 0 Cruzeiro (Morumbi)
São Paulo classificado

Nacionais:

Copa do Brasil de 1993 (quartas de final)
04/05/1993 - São Paulo 1 x 2 Cruzeiro (Morumbi)
11/05/1993 – Cruzeiro 2 x 2 São Paulo (Mineirão)
Cruzeiro classificado

Copa do Brasil de 2000 (final)
05/07/2000 – São Paulo 0 x 0 Cruzeiro (Morumbi)
09/07/2000 – Cruzeiro 2 x 1 São Paulo (Mineirão)
Campeão: Cruzeiro

A LIBERTADORES MAIS DIFÍCIL DOS ÚLTIMOS TEMPOS CHEGOU!

BLOG SITE CRUZEIRO ONLINE

A primeira fase se foi e quem foi, foi, quem não foi, não vai mais. Os 16 melhores times da competição foram conhecidos ontem e, ao meu ver, farão jogos inesquecíveis. Vários clássicos já nas oitavas de final, como Cruzeiro x São Paulo e Boca x River, são apenas aperitivos pelo que está por vir.

Na chave do Cruzeiro, a mais difícil, estão Boca Juniors e River Plate. O chaveamento chamou até a atenção do jornal "Olé": “Mirando além do Superclássico (Boca x River), no horizonte, nada menos do que dois brasileiros: Cruzeiro (líder do seu grupo sem mostrar muito) e São Paulo, que se reergueu e finalizou com importantes triunfos. No papel, quatro duelos quentíssimos, primeiro o Superclássico e depois um brasileiro campeão da América”.

E realmente é para por chama nesses jogos. Afinal, os quatro times, juntos somam uma infinidade de títulos. As quatro equipes (Boca Juniors, River Plate, Cruzeiro e São Paulo) juntas somam 13 títulos da Copa Libertadores, em 24 finais disputadas. A expectativa é de grandes duelos.

Na nossa avaliação, será a Libertadores mais difícil dos últimos tempos. A mais disputada. Vamos ver quem segue e quem leva.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

A TABELA FICOU QUENTE! VEM SÃO PAULO PELA FRENTE!

Jogos de hoje definiram todos os confrontos das oitavas de final da Libertadores. Outros dois brasileiros se enfrentam.

POR: JOÃO VITOR VIANA

Ontem fizemos uma simulação aqui no BLOG SITE CRUZEIRO ONLINE. As probabilidades foram para São Paulo, Emelec ou Estudiantes. Pois bem, deu São Paulo. O Tricolor Paulista deixou a crise de lado, sapecou 2-0 no Corinthians, jogou muito bem e chega motivado à próxima fase. Quase um mesmo cenário vivido pelo Cruzeiro, com o diferencial que eles venceram um rival, que por sinal, segue candidato ao título da Libertadores.

Todos os cinco times brasileiros passaram. Cruzeiro enfrenta o São Paulo; nosso rival pega o Internacional e o Corinthians pegará o Guarani-PAR.

O confronto mineiro já era previsto lá atrás, quando fizemos a primeira simulação. Na ocasião também classificamos todos os brasileiros. Contudo, alguns confrontos mudaram. Principalmente o chaveamento do Cruzeiro que, se passar, enfrenta o vencedor de Boca e River. Jogo duro pela frente! E não será tarefa fácil nem nas oitavas, nem numa suposta quartas. 

Que o Cruzeiro se adeque, arredonde esse futebol, se encaixe. Vem pedreira por aí! E sabemos como o São Paulo cresce diante de nós. Caberá ao Cruzeiro ter os melhores em campo, sem apadrinhamentos, sendo ofensivo e marcando forte. Que nosso futuro diante do São Paulo seja igual em 2009, quando eliminamos o Tricolor em jogos em que Henrique foi brilhante. Que dessa vez não só ele brilhe, como os demais jogadores e que a cabeça de Marcelo seja iluminada para escalar, treinar e alterar esse time durante o jogo. Haja coração, amigo!

Os confrontos das oitavas:

Boca x River
Cruzeiro x São Paulo
Corinthians x Guarani-PAR
Racing x Montevideo W.
Tigres x U.Sucre
Atl. Nacional x Emelec
Inter x Rival
Santa Fe x Estudiantes


SÃO PAULO, ESTUDIANTES OU EMELEC: EIS A PROJEÇÃO DO BLOG

POR: JOÃO VITOR VIANA

Há alguns dias publicamos aqui uma simulação dos possíveis jogos das oitavas de final. Na ocasião, já prevíamos um possível embate com o São Paulo, o que ainda é bem possível de ocorrer. Outras situações, no entanto, passam a ser consideradas, uma vez que outros jogos ocorreram ontem e já definiram outros classificados à próxima fase. Um dos nossos classificados era o Huracan. Mas, incompetente, acabou fora por perder, de forma vexatória, para o Mineros, na Venezuela.

Um dos adversários possíveis é o Estudiantes, adversário da final da Libertadores de 2009, naquele fatídico revés no Mineirão. Há ainda a possibilidade, segundo nossas apostas, do Cruzeiro enfrentar o Emelec. 

Na nossa opinião, três adversários complicados.

Em uma simulação muito ilógica, pode ser que o Cruzeiro enfrente o Colo Colo ou San Lorenzo, adversários também muito chatos. Chance menor ainda seria pegar o Montevideo Wanderers. Não conseguimos fazer um cruzamento entre Cruzeiro x Atlético.

E na sua opinião? Simulou de novo?

Teste os resultados usando o simulador do GLOBO ESPORTE. Bem bacana!

Poste aqui sua projeção!

E também o seu comentário.

VIU POR QUE RECLAMAR COM ANTECEDÊNCIA NÃO ADIANTA?

POR: MARCÃO ANTI-GALO

O intervalo de um jogo para o outro não foi respeitado. Mas o time que esteve em campo, ontem, parecia mais inteiro que o que jogou domingo. Será que foi a pressão por um resultado positivo que fez os caras se doarem mais e jogarem honrando a camisa do Cruzeiro? Independentemente disso, de nada adianta reclamar por antecedência, tendo até como desculpa uma possível eliminação. O Cruzeiro jamais poderia ficar de fora de uma oitavas de final, principalmente por estar em um grupo com times tão frágeis. E a lógica (se é que futebol tem lógica) se deu e o Cruzeiro ficou em primeiro em seu grupo.

Pela frente, um time chamado Universitário. Para mim e para meu amigo, editor do Blog, um time de Jardim de Infância. Perdido, não jogou absolutamente nada. Mas vamos dar crédito à boa postura do time, que se impôs desde o inicio.

Como foi dito na cobertura da partida, através da página do blog no Facebook, o padrão tático e técnico o Cruzeiro ainda procura, mas jogou com muita vontade, o que foi um alento ao torcedor presente. Foram poucas as chances de gol criadas. No primeiro tempo, um chute e um gol. No segundo, três. E mais um gol, sendo uma das finalizações, uma cabeçada de Leo, no lance do segundo gol, aliás.

Reclamar, Gilvan, Valdir, Marcelo, atletas, não adianta muito. Jogar futebol não é algo complicado. Escalar, mudar, tampouco. Basta ter serenidade e olhos abertos. Houve muitos erros diante do nosso rival, que ontem não se repetiram. Tudo bem que a qualidade técnica do adversário era bem menor, mas mesmo assim. No Mineiro já passamos sufoco com times inexpressivos. Ontem não. Dominamos o jogo. Só não marcamos mais gols porque não criamos mais chances. 

Vamos com calma diretoria e comissão técnica! O calendário é ruim, temos que saber como utilizar os atletas e cravar um cenário antes de ele acontecer é tentar iludir torcedor. Jogamos bem, dentro daquilo que nos propusemos. Precisamos, logicamente, melhorar. Precisamos sair do óbvio. Mas o passo foi dado. Temos tempo para observar, descansar e prever o que virá. O futebol é um xadrez. Temos que saber como dar o cheque-mate. Ontem demos tão somente um "cheque". Que Marcelo saiba organizar as peças nesse tabuleiro e que possamos ter a melhor estratégia para chegarmos cada vez mais longe nesse jogo de muita estratégia.